domingo, 7 de dezembro de 2014

Verás que um filho teu não foge a luta!!!

Manifestante exibe nossa bandeira em São Paulo
Jeane Melo de Monção-MA
Somos 51 milhões e uma só voz...

Quando penso em desistir do Brasil, quando me convenço de que todo povo tem o governo que merece, uma imagem me dá orgulho e me diz no auge do seu "silencio ensurdecedor", não devemos desistir, não é este o país que queremos, não deixaremos este país para nossos filhos " as esperanças aumentam, as expectativas são grandes e só nos resta as ruas". já enfrentamos ditaduras, recessões, guerras...e aqui estamos! Somos 51 milhões de brasileiros íntegros e honestos que dissemos não, vocês não tem nosso apoio para continuarem roubando; vocês não podem destruir nosso país...seremos a resistência sempre, nossos valores não serão invertidos, diremos não, não nos generalize senhor Ministro da Justiça, o seu governo de corruptos não tem o direito de mitigar a honestidade do povo brasileiro ao dizer "Vivemos numa sociedade que até o síndico de prédio superfatura quando compra o capacho",

Manifestação contra a corrupção em São Paulo nesse sábado (06/12)


...E a estes estarei junto, pela democracia e pela republica (res publica = coisa do povo), e como disse Abraham Lincoln "Pode-se enganar a todos por algum tempo; pode-se enganar alguns por todo o tempo; mas não se pode enganar a todos todo o tempo."

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

IPEA - Maranhão concentra segundo maior numero de miseráveis do País.

Levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) apontou o aumento do número de miseráveis no País.
De acordo com o Ipea 53% dos extremamente pobres estão distribuídos em cinco estados, Bahia (14%); Maranhão (11%), São Paulo (10%), Ceará (9%) e Pernambuco (8%).
O instituto calculou que o número de pessoas extremamente pobres passou de 10,081 milhões, em 2012, para 10,452 milhões, em 2013, um acréscimo de 371.158 pessoas entre as pessoas com renda inferior ao mínimo necessário para garantir o consumo das necessidades calóricas.
Na linha de extrema pobreza que leva em conta o percentual de brasileiros com renda inferior a R$ 70 por mês, valor adotado pelo Programa Brasil Sem Miséria, o aumento de brasileiros na extrema pobreza foi ainda maior, de 870.784 pessoas, o que elevou o percentual de miseráveis de 3,6% para 4% ou 8,05 milhões.
INFLAÇÃO PESA
A inflação também teve impacto sobre os mais desfavorecidos, segundo o estudo dos pesquisadores. Entre os miseráveis que trabalhavam, o salário caiu de R$ 129,7 para R$ 123,9. Nessa parcela, o orçamento das famílias era composto sobretudo por outras rendas (transferências, como Bolsa Família), e o rendimento no domicílio dividido pelos moradores era de R$ 58,5, em 2013, abaixo dos R$ 62,2, de 2012. O grupo dos 5% de brasileiros mais pobres viu sua renda encolher 11%.

Com informações de O Globo.

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Othelino Neto entra na briga pela presidência da Assembleia Legislativa

Conhecidos os deputados estaduais e federais, governador e senador do Maranhão, iniciam-se novas disputas. Uma ocorre por conta das vagas no secretariado estadual e a outra pela presidência da Assembleia Legislativa. É de conhecimento geral que o ex-prefeito de Caxias, Humberto Coutinho (PDT), larga na frente, porém outros nomes começam a surgir e ganhar força, caso esse de Othelino Neto (PCdoB).



Defensor ferrenho da candidatura de Flávio Dino (PCdoB) na Assembleia Legislativa, Othelino é considerado um dos parlamentares mais importantes para garantir a governabilidade do comunista. Ao lado de Bira do Pindaré (PSB), eles representam aqueles com maior capacidade de representar o sentimento do governo no parlamento estadual.


Othelino Neto ainda não fala sobre a possibilidade de comandar a Assembleia Legislativa, mas ele apresenta todas as credenciais para ocupar esse posto. Além de possuir um discurso forte e contundente, o deputado comunista tem uma ampla capacidade de poder se articular internamente e garantir um grupo importante para lhe conduzir a presidência do parlamento estadual.


Em tempo vale lembrar que Humberto Coutinho, ainda inspira cuidados por conta da sua saúde. O líder da região dos Cocais, se recupera de um tratamento de câncer iniciado no ano passado. De acordo com informações repassadas por lideranças, o deputado estadual Marcelo Tavares (PSB), coordenador da campanha de Flávio Dino e ex-presidente da Assembleia Legislativa, já teria inclusive recomendado ao ex-prefeito de Caxias não assumir o comando da Casa, por ser um posto extremamente desgastante, o que poderia prejudicar a saúde do parlamentar eleito.


Outro que pretende entrar na briga é o tucano Neto Evangelista, porém é bom lembrar que o candidato a vice-prefeito de João Castelo em 2012, chegou a declarar apoio a Luís Fernando (PMDB), para a disputa de governador, ou seja, se posicionando contra Flávio Dino. Dessa forma, ele acaba não sendo possuidor de uma confiança geral do grupo oposicionista.

A disputa promete esquentar e Othelino Neto apresenta todas as credenciais para alcançar a presidência da Assembleia Legislativa, afinal nesses primeiros anos de governo, Flávio Dino precisará de segurança na condução dos trabalhos no parlamento e ter a certeza de um aliado sem qualquer risco de mudança de lado é fundamental para garantir uma tranquilidade na governabilidade.



Fonte Diego Emir

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Monção - Multidão acompanha Othelino Neto.




O Candidato a deputado estadual Othelino Neto 65065 (representando o futuro governador Flavio Dino) apoiado por Jesiel Araujo e pela ex prefeita  Paulinha, arrasta multidões em Monção!



O evento ocorreu neste domingo e contou com aproximadamente 6.000 pessoas e já pode ser considerado o maior evento politico de Monção, isso mostra a credibilidade no nome de um deputado atuante e participativo assim como a esperança de uma mudança responsável a nível do estado na pessoa do então candidato Flavio Dino, além de ser uma chance do povo mostrar sua insatisfação com a atual administração municipal.

Vejam fotos do evento:

FRENTE DO PALCO



ATRÁS DO PALCO (dava pra fazer outro comício).