quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Othelino Neto entra na briga pela presidência da Assembleia Legislativa

Conhecidos os deputados estaduais e federais, governador e senador do Maranhão, iniciam-se novas disputas. Uma ocorre por conta das vagas no secretariado estadual e a outra pela presidência da Assembleia Legislativa. É de conhecimento geral que o ex-prefeito de Caxias, Humberto Coutinho (PDT), larga na frente, porém outros nomes começam a surgir e ganhar força, caso esse de Othelino Neto (PCdoB).



Defensor ferrenho da candidatura de Flávio Dino (PCdoB) na Assembleia Legislativa, Othelino é considerado um dos parlamentares mais importantes para garantir a governabilidade do comunista. Ao lado de Bira do Pindaré (PSB), eles representam aqueles com maior capacidade de representar o sentimento do governo no parlamento estadual.


Othelino Neto ainda não fala sobre a possibilidade de comandar a Assembleia Legislativa, mas ele apresenta todas as credenciais para ocupar esse posto. Além de possuir um discurso forte e contundente, o deputado comunista tem uma ampla capacidade de poder se articular internamente e garantir um grupo importante para lhe conduzir a presidência do parlamento estadual.


Em tempo vale lembrar que Humberto Coutinho, ainda inspira cuidados por conta da sua saúde. O líder da região dos Cocais, se recupera de um tratamento de câncer iniciado no ano passado. De acordo com informações repassadas por lideranças, o deputado estadual Marcelo Tavares (PSB), coordenador da campanha de Flávio Dino e ex-presidente da Assembleia Legislativa, já teria inclusive recomendado ao ex-prefeito de Caxias não assumir o comando da Casa, por ser um posto extremamente desgastante, o que poderia prejudicar a saúde do parlamentar eleito.


Outro que pretende entrar na briga é o tucano Neto Evangelista, porém é bom lembrar que o candidato a vice-prefeito de João Castelo em 2012, chegou a declarar apoio a Luís Fernando (PMDB), para a disputa de governador, ou seja, se posicionando contra Flávio Dino. Dessa forma, ele acaba não sendo possuidor de uma confiança geral do grupo oposicionista.

A disputa promete esquentar e Othelino Neto apresenta todas as credenciais para alcançar a presidência da Assembleia Legislativa, afinal nesses primeiros anos de governo, Flávio Dino precisará de segurança na condução dos trabalhos no parlamento e ter a certeza de um aliado sem qualquer risco de mudança de lado é fundamental para garantir uma tranquilidade na governabilidade.



Fonte Diego Emir

Um comentário:

  1. Jornal da Hora ( NONATO)19 de outubro de 2014 17:57

    Carlos Lago

    O prefeito de Monção pode ser preso a qualquer momento. documentos que comprovam o desvio de milhões de reais, foram encaminhados à polícia federal e ao ministério público estadual para providências. Trata-se de empresas fantasmas em nome de funcionários da prefeitura(laranjas) do prefeito Queiroz, como também, funcionários fantasmas que recebem salários altíssimos, é o caso do Sr. José Carlos Martins, que recebe a bagatela de R$ 6.100,00, como assessor do prefeito.ou melhor, como laranja do prefeito. A coisa é séria! Tem também, funcionários que moram em São Luís e recebem R$ 3.000,00 , ocupando o cargo de diretor de transportes, isso mesmo, diretor de transportes. São quatro diretores, onde na verdade só conhecemos um, o Sr. Zeca de Tenengo. Temos também, obras que nunca foram executadas. quarenta e seis escolas que constam como reformadas e ampliadas, todas na zona rural, perfazendo o valor toral de R$ 1.498.000,00 ( hum milhão, quatrocentos e quarenta e oito mil reais) e nunca foram feitas. O pagamento foi confirmado através de nota fiscal, emitida por uma empresa, também fantasma.
    Isso e muito mais, foi mostrado pelo vereador Marcos Aurélio, em uma audiência pública convocada por ele, que aconteceu quarta feira, no sindicato dos trabalhadores rurais de Monção. Lá foram mostrados muitos documentos oficiais, que constavam na prestação de contas do prefeito. Veja só, o vereador que estava de licença, já chegou mostrando trabalho, e isso, os que estavam lá, não fizeram. O prefeito, presidente da câmara, os vereadores e secretários, não compareceram, mas, todos foram convidados. O vereador Marcos Aurélio, mandou uma mensagem para o prefeito, através do babão KaKá, que estava filmando, quando o vereador se dirigiu até à câmara e disse: Prefeito covarde, o senhor era pra está aqui, estamos mostrando todas as irregularidade cometidas em 2013. Eu não tenho medo do senhor, o senhor é corrupto, como também é o presidente da câmara, o vereador Joady. Vou mostrar tudo! Isso aqui não é nem a ponta do iceberg. O vereador reclamou muito a ausência dos demais vereadores, disse que eles não fazem nada, ou melhor, não sabem de nada! Tanta corrupção e eles calados. Carlos tem muito mais, a coisa é muito forte, o vereador chegou a pedir a proteção da polícia, e foi muito bem acompanhado. A audiência foi muito boa, o vereador mostrou muita competência e segurança no assunto, a meu ver, ele deu um show..... A audiência foi muito participativa, e terminou as 13:00 hs. e o vereador foi muito aplaudido, e disse: É o começo de um processo de cassação do mandato do prefeito e do presidente da câmara, são dois corruptos, e eu voltei pra mostrar tudo, o que precisava, agora tenho nas mãos, agora vou mostrar o que esse meliante está fazendo com ops monçonenses! É com muita honra que faço isso!

    A verdade é que nunca vi isso em Monção.É vergonhosa a postura dos vereadores filhos de Monção, acho que são todos coniventes e incompetentes! Eles não tão nem aí. São todos pilantras. Eles tem inveja do vereador Marcos Aurélio,
    Carlos, o vereador, também, disse que a eleição da mesa diretora da câmara, foi de forma irregular, passou por cima da legislação vigente. Disse que vai entrar com uma ação, pedindo a anulação da eleição. Pediu para os demais vereadores, que não aprovassem a ata da eleição, que ainda vai pra votação, pois, a não aprovação, é suficiente para uma nova eleição.

    ResponderExcluir